sexta-feira, 28 de outubro de 2016

#FaçaSuaFesta: Preparação.

Olá Pessoal. Vamos continuar com nossos posts sobre organização de uma festa ok.


 Agora é a parte da PREPARAÇÃO: 

  • ·         Depois de definir tudo o que você irá fazer (DIY) e tudo o que será comprado (pronto), é hora de "Googlar" tudo o que for possível.

   Crie uma pasta no seu computador e salve imagens de referência sobre tudo o que você pode, ou quer, produzir. Isso serve até mesmo se você for contratar serviços de decoração, doces, lembrancinhas, etc. Você pode levar uma referência de algo que você queira para essa pessoa e ver se ela pode reproduzir para você. 
  • Faça um cronograma. 
   Defina a data que pretende entregar os convites. Se for comprar algo online, procure por promoções e já se informe sobre quanto tempo esse produto levará para ser entregue, nada de deixar para última hora, melhor prevenir sempre.
  • Defina a quantidade de alimento, bebidas, doces, etc.

   Se você não for contar com a ajuda de um buffet, ou uma pessoa especializada no assunto, você mesma deverá definir a quantidade de tudo o que será consumido na sua festa. 
   Enquanto organizava meu chá de panela encontrei esse site que me auxiliou muito. Se quiserem é só colocar a quantidade de adultos e crianças e ele te dirá quanto deve comprar de cada coisa. Vale ressaltar que o site te dá os valores para: Refrigerante, Salgadinhos, Bolo e Docinhos. Você deve levar em conta que cachorro quente enche muito mais do que um saquinho de pipoca por exemplo, e que uma criança de 10 anos come mais do que uma de 5, mas já é uma grande ajuda.

  • Faça uma pesquisa de valores. 
   Depois de definir absolutamente tudo o que você deve comprar, vá em todas as lojas possíveis com uma lista bem detalhada, e veja o valor de cada item em cada loja, se possível faça uma tabela com os nomes dos produtos e nomes das lojas, após isso você pode somente ir colocando o valor do produto em determinada loja, e compara em qual loja será melhor para você comprar o que precisa. Claro que se quiser comprar cada coisa onde sair mais barato você pode, mas as vezes a distância e a pequena diferença pode tornar mais compensador comprar tudo em determinada loja. Para ajudar vocês, vou dar um exemplo: 

  • Programe tudo o que você deve fazer. 
   Determine aproximadamente o tempo que cada item levará para ficar pronto. Isso serve para que você possa fazer tudo com calma. Nessa parte, vale dividir também as tarefas com as pessoas que se propuseram a te ajudar, defina o que cada uma pode fazer, levando em conta sempre as habilidades de cada um. 

   Por hoje é só. Logo teremos mais posts com dicas para organizar sua festa. Deixem suas dúvidas ou pedidos nos comentários que eu respondo todos ok. 

Um Beijo. E até logo.



quarta-feira, 26 de outubro de 2016

#FaçaSuaFesta: Organização.

Sempre sou chamada para ajudar na organização de festas das crianças da minha família, e festas em geral, seja um chá de bebê, de panela, aniversário, etc.
Amo fazer parte disso e organizar tudo. 
Festa de criança principalmente, afinal, quem não gosta não é mesmo ? É tudo tão lindo, as comidas são tão gostosas.

Enfim. Pensando nisso resolvi criar um quadro de postagens aqui no blog para ajudar você, mãe, tia, madrinha, amiga, irmã, qualquer pessoa que esteja planejando ou no intuito de planejar uma festa e está completamente perdida. 
Vale ressaltar que a minha experiência são com festas em casas, ou em salões que você tem que decorar ou pelo menos dar seu toque especial. Você pode organizar sozinha ou ter uma pessoa especializada para te ajudar, isso você é quem decide.

Farei vários posts sobre o assunto, desde o planejamento, preparativos, DIY de doces e decoração para acompanhar é só ficar ligadinha aqui no blog combinado.



PRIMEIRO DE TUDO
ORGANIZAÇÃO:

É muito óbvio, mas vejo muita gente se perdendo no caminho ou ficando desesperada por conta de todos os detalhes.
  • ·         Em primeiro lugar você deve definir a data da festa, se será em um fim de semana ou no meio dela, defina o horário de acordo com isso.

   Se a sua festa será na sexta-feira por exemplo, deve levar em contar que muita gente trabalha até às 18/19 horas, se for no domingo, muita gente não poderá ficar até tarde pois acorda cedo na segunda-feira, então pense em tudo isso na hora de definir data e horário.
·       
  •     Definida a data e o local, faça sua lista de convidados. Coloque primeiro as pessoas da sua família, os amigos mais próximos, se for festa do seu filho, os coleguinhas dele, etc. 

   Você não precisa chamar todos os seus "conhecidos", afinal de contas você irá gastar e compensa convidar apenas as pessoas que são realmente importantes para vocês, se você for chamar todos os seus vizinhos que você apenas cumprimenta na rua, ou a sua tia avó que você só vê em velório, complica não é mesmo? 
   As pessoas que não forem chamadas podem querer te cobrar depois, mas daí você pode lembrá-la quantas vezes durante esse ano ela visitou seu filho, ou se for um chá de panela ou algo assim, pergunte se ela sabe pelo menos a quanto tempo você e seu namorado estão juntos, não se preocupe com a opinião alheia, pense no que é melhor para você e seu bolso, e em ter por perto pessoas que te fazem bem e ficam felizes com a sua felicidade.



  • ·         Após isso tudo, decida o local. Será na sua casa mesmo? Casa de um familiar? Salão comunitário do seu bairro? Salão de Festas? Buffet? Pense em todas as possibilidades, e leve em conta o número de convidados que pretende chamar. Afinal você não quer 100 pessoas espremidas em um local que é feito para acomodar 50 não é?
  • ·         Se a festa for de criança, ou qualquer outra que precise de um tema, essa é a hora de definir o mesmo.
   Se for criança você deve conversar com ela e ver qual personagem ela prefere, mas deixe bem claro que não pode trocar depois (poder até pode, mas será mais trabalho para você mudar tudo novamente). Se for um bebê você pode escolher por ele.
  • ·         Defina seu orçamento. Nessa altura você já decidiu se sua festa será em casa ou salão, se comprará salgados e doces a parte ou se será buffet. Enfim, depois de tudo isso você pode pesquisar valores e definir seu orçamento, inclua absolutamente tudo o que você deverá pagar ou comprar. Desde copos descartáveis até serviços como fotógrafo, doces, etc.
   Nesse tópico também inclui o que será comprado, o que será contratado e o que será DIY. Pense também em o que você pode fazer, em que parte alguém pode te ajudar,

  Por hoje é só. Amanhã o post será sobre dicas de preparação. O que começar a fazer após definir todos os tópicos citados acima.
  Espero que tenham gostado e fiquem ligadas nos próximos posts. Quem sabe não consigo ajudar vocês.

Um Beijo. E até logo.

quarta-feira, 9 de março de 2016

Quando percebi, era AMOR!



No começo era apenas um namoro. Sem muitas expectativas, sem pensamentos no futuro. 
Eu gostava de você e você gostava de mim, era um momento, aquele momento, que me fazia bem, mas era aquilo. Não sabia quanto tempo duraria ou se um dia terminaria.

Mas ai eu me dei conta. Sem entender exatamente como. Simplesmente me dei conta.
De que eu não queria que terminasse, não queria saber mais quanto tempo duraria pois simplesmente não queria imaginar que poderia ter um fim.
Me dei conta de que não era mais apenas um gostar, um namoro qualquer. Eu estava amando. Eu te amava. Eu te amo.

Como foi que isso aconteceu? Em qual intervalo de tempo neste relacionamento foi que o meu coração passou a acelerar ao ouvir sua voz, meu estomago se "encher de borboletas" ao você me beijar, e minha mente resolver que você era a única "coisa" importante -a mais importante- que eu deveria pensar? Quando foi que tudo isso aconteceu?
Eu não sei quando. Mas sei exatamente como foi que eu percebi.

Percebi que era amor quando eu poderia estar em qualquer lugar, fazendo qualquer coisa, com qualquer pessoa. Mas era do seu lado, o único lugar que eu queria estar, fazendo qualquer coisa, mas a pessoa tinha que ser você.
Percebi que era amor quando eu não conseguia mais me concentrar em absolutamente nada a não ser em saber qual seria a próxima vez que te veria.
Quando os meus planos para o futuro deixaram de ser apenas sobre mim, e passaram a ser sobre nós.
Quando eu precisei de um abraço e nenhum outro foi capaz de me acalmar, a não ser quando você chegou. Aquele abraço, aquele carinho, aquele "Eu estou aqui, e está tudo bem". Nunca ninguém foi capaz de fazer essa frase ter um verdadeiro sentido quanto você. Você estava ali, e eu soube que ficaria tudo bem.
Percebi, quando qualquer outro que antes era capaz de chamar a minha atenção, se tornou outro em meio à multidão, pois o único que eu queria olhar, o único que eu queria ao meu lado, era justamente você.
Quando um beijo na testa, um abraço, um carinho, uma conversa. Quando tudo isso passou a ter mais sentido com você.
Você, o único capaz de me fazer ficar parada, te olhando, admirando. Pensando como foi que eu vim parar aqui. Como foi que tudo se tornou o que é hoje. Como foi que eu tive tanta sorte de te encontrar.

Já ouviu aquela frase?
     
"Não seria curioso o amor da sua vida, aparecer justamente na sua vida?". 

Que sorte a minha, o seu caminho se cruzou com o meu. E realmente, o amor da minha vida, apareceu justamente na minha vida. E graças a Deus eu fui inteligente o bastante para não deixa-lo ir.

Era amor. É amor. Simplesmente porque eu sei, eu sinto. Não preciso de nenhum outro para me fazer feliz. Não sei como foi que aconteceu, mas aconteceu. E estou extremamente feliz por isso. 


segunda-feira, 7 de março de 2016

A diferença na vida dela.



Você acha que pelo fato de já ter a conquistado, esta tudo certo? Não esta. 
Não é assim que funciona.
Vou te ensinar.. e preste muita atenção ok.

Em toda sua vida você não aprendeu o quanto nós, mulheres, somos complicadas?
Então é bom começar a aprender.. Acredito que a maioria dos relacionamentos seja assim:

Tudo começa com uma amizade, geralmente não aquela de muito tempo, pois quando colocamos alguém na "friend zone" é difícil sair de lá, acontece, claro, e se isso aconteceu com você, já deve começar a agradecer por ai.

 Mas enfim, primeiro você ganha a confiança dela, depois começa o tal "flerte", você quer a conquistar, e pode acontecer dela ainda ficar te enrolando, só para ver se vale a pena haha, é.. eu disse que somos complicadas.
Enfim, finalmente você a conquista. Tem o primeiro encontro, o primeiro beijo, o pedido de namoro, e tudo fica mais sério, ela conhece sua família e você a dela. Mas não é só isso..
O problema dos homens é achar que depois disso tudo termina.
Já que conquistou, já está namorando, noivo ou casado, pronto. Não, não e não. Você precisa continuar.

Já ouviu dizer que o amor é como uma plantinha? Que se você não regar todos os dias, ela morre? Então.. Exatamente.

Não existe essa de presentes ou surpresas só em datas comemorativas.
Mulheres adoram surpresas, e não precisa ser um bem material não. Pode ser um abraço inesperado, um carinho, um beijo apaixonante, um convite para sair. Não importa o que seja. Faça.
Surpreenda.
Lembre a ela todos os dias o motivo pelo qual ela te escolheu. Entre tantos outros, foi você, e sendo assim, em algum momento você fez a diferença na vida dela. E é exatamente essa a questão, você deve continuar fazendo a diferença.

Mulheres são complicadas, elas amam e desamam. Um dia estão alegres e em um momento podem ficar bravas. Somos assim. E você querida companheira, mulher que está lendo este post, não adianta dizer que você não é, pois é. Cada uma em sua particularidade, mas todas são.

E você, caro homem que por algum motivo encontrou este post. Saiba que se você tem uma mulher em casa, e tem certeza que ela é a mulher da sua vida, mostre isso a ela todos os dias.
Mulheres são complicadas sim, mas não são tão difíceis de desvendar quanto vocês pensam.

Dê a ela motivos para agradecer a Deus todos os dias por ter você. Mostre a ela todos os dias o quanto a ama e o quanto ela é especial para você. Não espere por uma crise para ter o medo de perde-la, é melhor evitar isso.

Como eu disse antes, em algum momento, você fez a diferença. Não se limite a ser como os outros a essa altura do campeonato ok.



sexta-feira, 4 de março de 2016

Eu não sou sua.

" Quem inventou essa história de sexo frágil? "
Mulheres são fortes, muito mais fortes do que muitos homens por ai.
Os homens fazem drama enorme por conta de uma gripe. Mulheres aguentam cólicas, TPM, gravidez, parto, e ainda trabalham e estudam. 
Então esse negócio de sexo frágil realmente não existe, não é mesmo?

Mas existe um problema. Não com as mulheres, mas com alguns homens.
Existem homens que se esquecem de como vieram ao mundo. Se esquecem de que foram carregados nove meses no ventre de uma mulher, que foi ela quem sentiu as dores do parto e foi ela quem o educou. E mesmo que não tenha sido criado pela mãe, foi ela quem o colocou nesse mundo.

" Então, porque alguns homens insistem em tratar as mulheres como objetos? Como bonecas infláveis? "

Eu não sou sua para você se achar no direito de assoviar para mim enquanto ando pela rua. Não sou sua namorada, nem esposa e nem ao menos te conheço.

Você não tem o direito de se esfregar em mim dentro do ônibus, ou de falar palavras obscenas quando eu passar por você na rua, no supermercado, na escola, na faculdade, no trabalho, ou seja lá o lugar que for.

O fato de estar calor, e eu quiser usar um short, uma saia, ou qualquer tipo de roupa, não lhe dá o direito de achar que tem algum direito sobre mim. Entendeu?
Eu posso andar vestida da forma que quiser, a vida é minha e o corpo também. Mas não sou obrigada a aguentar um idiota falando besteiras por achar que tem esse direito.

Não, nós mulheres não gostamos desse tipo de abordagem, não gostamos de ouvir ofensas e muito menos de você buzinar para nós no meio da rua. Nós temos nojo desse tipo de atitude. E pode ter certeza que você não é o tipo de homem que se tornaria meu marido.

Você não tem direito nenhum sobre mim, sobre o meu corpo, sobre a minha vida. 

Mas não se esqueça, foi uma de nós: Gostosa, a garota para quem você buzina, a jovem que você tenta assediar, ou a que você xinga sem nem ao menos saber quem é. 
Foi uma dessas mulheres do "sexo frágil" que te colocou no mundo, E você deveria ter muito mais respeito. Pois se não fosse ela, você não existiria. 

E aliás, você se casará com uma de nós um dia, sabe Deus quando, principalmente se você for do tipo de cara nojento que tanto vemos por ai -no seu caso pode demorar um pouco mais. Mas quem sabe um dia você se case, tenha filhos e crie uma família.
Pense em como você tratou tantas mulheres por ai, e olhe para o lado, está vendo a sua esposa, essa mulher linda ao seu lado e que faz de tudo para te ver feliz? Provavelmente ela já sentiu nojo de um cara que teve a mesma atitude idiota que você pode ter tido. 
E está vendo a sua filha? Essa jovem bonita que você tanto tenta educar e proteger, pois é, provavelmente um dia ela poderá ser "cantada" também. Peça a Deus para que seja apenas um bom menino, um educado e que saiba chegar e conversar, e não um desses que ficam buzinando e assoviando, e que tanto nos irritam. 

Eu realmente espero que quando ela estiver mais velha, esses homens já tenham aprendido a tratar uma mulher. 


Origem da imagem: aqui - Vale a pena ler o texto do link.

terça-feira, 1 de março de 2016

A sua vida.

Passamos a vida calculando a hora certa.

Quando somos muito jovens, pensamos que não devemos nos envolver com alguém por ser muito cedo.
Quando estamos mais velhos, pensamos que já deveríamos ter alguém com quem compartilhar a vida.

E ai... 
Quando você se casa jovem, ouve dizer que era cedo demais para isso. Que você era muito novo(a), e que está pulando etapas da sua vida. E ainda existe a cobrança de não ter filhos, de esperar, de realizar coisas e adquirir bens antes de pensar em aumentar a família.
Quando se chega a uma idade considerada "avançada", ouve-se a cobrança de que já está passando da hora de casar. Se for mulher então, existe a cobrança sobre filhos. De que seu relógio biológico não para e de que quanto mais demorar, mais difícil pode se tornar ser mãe. E ainda existe a frase: "Você vai acabar ficando pra titia". 

As pessoa cobram demais, julgam demais, se intrometem demais.

Não existe hora certa para ser feliz.
Se você quer se casar aos 18 anos? Case.
Se você já é casada e quer ser mãe aos 20 anos? Seja.
Se você tem 40 anos e não quer casar e nem ter filhos? Não tenha.

O ser humano tem a mania de rotular tudo, e de não rotular nada. 
Acha que pode julgar tudo e todos da mesma forma. E na verdade, não pode.

Cada um tem a sua vida e as suas decisões. Cada um sabe o que lhe fará bem, ou o que não fará.

Você é a única pessoa que pode decidir qualquer coisa sobre a sua vida. Pois quando algo der errado por ter ouvido a opinião alheia, ninguém mais será culpado a não ser você mesmo.

As pessoa julgam demais, falam muito e dão palpites em coisas que não lhe diz respeito.

Ouça mais o seu coração. Tome suas próprias decisões.

Se acha que a opinião de alguém pode lhe ajudar, ou lhe favorecer, ouça. 
Mas ouça apenas daqueles que lhe querem realmente bem. Por exemplo seu pai e sua mãe. Pois muitas vezes, uma pessoa que você acha que quer lhe ajudar, pode simplesmente te atrapalhar ou confundir mais ainda. E pode ser essa pessoa, que esta torcendo para você tomar uma atitude errada.. 
E ela será a primeira a lhe julgar quando isso acontecer.

Mas na verdade, o que você decidir, o que você quiser, não interessa a ninguém mais. Pois as consequências serão cobradas e dadas a você e não a quem opinou.

E se alguém insistir em decidir por você. Lembre a ela de quem é a vida.

Origem da imagem: ByNina




sábado, 27 de fevereiro de 2016

Como será nosso futuro ?

Fico pensando no quanto mudei nos últimos 5 anos. 
Quando tinha 15, minha visão de vida era uma, completamente diferente. Eu já estava com o Rafa, mas era um namoro. E como naquela época eu não pensava muito no futuro, eu não tinha certeza de quanto tempo ficaríamos juntos.
Não me preocupava tanto com o mundo de fora, fazia minhas obrigações, meus deveres de casa, trabalhava, passava a tarde tomando tereré com minhas amigas, sem mais preocupações, entendem?

Cinco anos se passaram e eu mudei muito. Hoje estou casada, na reta final da minha faculdade, pensando no que fazer após terminar o curso, me preocupo em ajudar minha família, e tenho visto o mundo de outra forma. 

Tento entender como foi que tudo ficou tão diferente em tão "pouco" tempo.
 Hoje você tem que se preocupar em pegar um ônibus, pois no curto caminho entre sua casa e o ponto de ônibus você pode ser assaltado.
Me preocupo em ver que os jovens de hoje tem menos preocupações ainda do que quando eu tinha essa idade.
Vejo adolescente fumando, meninas engravidando, meninos virando criminosos, crianças sem se preocupar com sua vida escolar e mães chorando pelos erros dos filhos.

Queria entender como foi que o mundo se tornou o que é hoje.
Eu sonho eu ser mãe, claro. Ter minha família. Mas já me preocupo com o futuro de filhos que eu ainda nem tenho.
Fico pensando se daqui alguns anos o mundo voltará a melhorar, ou se ficará cada vez pior.

Sempre que posso, tento conversar com meus irmãos, primos, ou conhecidos. 
Tento saber no que esses jovens pensam e com o que se preocupam, tentando mostrar o verdadeiro sentido das coisas. Pois hoje, eles podem não ter preocupações e estarem pensando apenas em curtir a vida, mas e daqui a 5 anos? Será que eles pensaram da mesma forma? Ou será que eles olharam para trás e refletiram sobre tudo o que esta acontecendo?

Infelizmente vivemos em um pais que esta com sérios problemas. 
As pessoas andam desanimadas com o governo, nervosas pelo número de impostos, e querendo mudanças. 
Isso afeta toda a população, obviamente. Mas não é somente a economia e a política que estão me preocupando.
O que mais me deixa aflita, é ver crianças brigando em frente a escolas, é ver que a educação do nosso pais esta cada vez mais sensível. 

Dizem que as crianças são o futuro do país, e sinceramente, estou muito preocupada com esse futuro.
Claro, existem pais que educam, e muito bem, seus filhos. Ensinam os valores da vida e o que realmente vale a pena. O que é certo e errado.
Mas infelizmente, muitas crianças não tem toda essa estrutura familiar e acabando agindo de modo errado. 

Sei que muitos adolescentes que agem por impulso agora, que gostam de passar as noites em festas ou se preocupam apenas em quando será o próximo encontro com amigos, se tornarão ótimos adultos e pessoas responsáveis. 
Mas sei também que muitos serão atraídos pela vida "fácil" do crime, e das coisas erradas.
E eu espero realmente que essa segunda parcela seja mínima em relação a primeira.

Não podemos perder a fé no nosso futuro. E eu quero manter essa fé e imaginar que o futuro dessas crianças será bem melhor do que os dias de hoje.


Um Beijo. E até logo.

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Demonstre seu amor.


Casar não é fácil. Não existe um manual de instruções sobre como agir e o que não fazer. Mas se você realmente ama aquela pessoa, atitudes simples podem tornar tudo mais fácil.

Casar é dividir a sua vida com outra pessoa. Vocês se tornam um só. 
É não estar mais sozinho, é ter alguém que vai estar ao seu lado quando mais precisar, alguém que possa te ouvir desabafar ou até mesmo que te faça sentir protegida.

Para ter uma vida a dois tranquila, acima de tudo, deve haver respeito, de ambas as partes.
Vocês devem conversar sobre tudo, não pode existir mentiras entre um casal. 
Companheirismo, dedicação, paciência, respeito. Tudo isso deve prevalecer. 

Já conversei com vocês sobre isso em outro post. Mas são coisas que realmente transformam uma vida. 
Quando você começa a colocar as coisas boas acima das que não são, percebe que tudo fica mais fácil. 
Valorizar anos de bons momentos ao invés de reclamar de um ato que te magoou. Pode mudar tudo.

Se tem uma coisa que eu não consigo, é ir dormir quando algo esta me incomodando, por isso sempre que algo me chateia, eu converso com meu esposo e resolvemos tudo antes de dormir. 
Dormir brigado com quem você ama não faz nem um pouco bem. E eu já ouvi dizer ate que quando um casal dorme brigado, existe um espirito ruim que dorme entre eles e que fica feliz com a situação.

Por isso, cuide de quem você ama. Valorize o seu parceiro(a) e demonstre isso.
Gestos e palavras servem para mostrar a quem amamos o quanto nos importamos.

Casamento é dedicação. Mas ela deve ocorrer de ambas as partes.

Um Beijo. E até logo.

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

O que você precisa saber sobre o curso: Arquitetura e Urbanismo.



Já fiz um post no blog sobre como escolher um curso para a faculdade.
Mas hoje vim falar sobre o curso que EU escolhi.

ARQUITETURA E URBANISMO.

Primeiramente, escolhi esse curso pois sempre gostei de criar e desenhar. Me lembro muito bem de que quando novinha, desenha minha "casa" dos sonhos, no PAINT. Artes sempre foi minha matéria preferida na escola e eu amava criar.

Como disse antes, poderia ter pesquisado um pouco mais sobre esse curso, mas não me arrependo nem um pouco da escolha que fiz.

O que você precisa saber sobre o curso e sobre a profissão:
  • É um curso relativamente caro. Não digo nem pela mensalidade, que dependendo da Universidade pode ser MUITO caro mesmo. Mas sim pelos materiais, impressões, entre outras coisas. Você provavelmente terá que se programar para arcar com algumas despesas desse tipo. Me lembro bem que no primeiro semestre eu gastei muito com os materiais de desenho.

  • É um curso estressante. Claro, todos são. Mas acredito que o que mais nos deixa ansiosos nesse curso, é o fato dos detalhes, ter que entregar os projetos, trabalhos, e estudar para provas. Para quem trabalha ou é uma dona de casa e mãe é ainda pior, pois o tempo se torna mais curto ainda.

  • É um curso concorrido. Existem MUITOS alunos nesse curso, e muitos arquitetos formados também. Para se destacar você precisa de um diferencial, precisa se dedicar e sobressair diante do número de concorrentes.

  • É uma profissão muitas vezes incompreendida. Você provavelmente encontrará pessoas que não valorizem o trabalho de um arquiteto, pois para muitos, nossa função é somente decorar ou dar "ideias" para uma casa. E as pessoas com certeza te questionaram sobre o valor do seu serviço.

  • É apaixonante. Se você realmente se identifica com a profissão, vai gostar muito do curso -apesar de tudo. Desde que comecei a faculdade -estou no 7º semestre- comecei a ver o mundo de outra forma. As construções, os profissionais, os materiais, as decorações, as opções, tudo. Todo o processo e acabamento. 



A arquitetura é muito mais do que "desenhar" uma casa. É pesquisar, planejar, se inspirar, pensar na necessidade do outro acima da sua vontade, é ter a esperança de que podemos transformar o mundo através de algumas decisões. Para quem não conhece, pode achar bobeira o que estou escrevendo, mas para quem já estudou e viu as diversas visões de diversos profissionais, vai me entender.

Eu espero que se você tenha escolhido esse curso, se apaixone assim como eu.

Um Beijo. E até logo.


Desculpe o sumiço.

Realmente eu sumi não é? hahaha
Sinto muito. 
Minhas aulas voltaram e já estou tão preocupada com tudo que acabei sumindo, e olha que ainda nem comecei com os trabalhos realmente.
Mas prometo tenta voltar a programação, pelo menos um post a cada dois dias, acho justo não é mesmo.

Eu ainda não sei se quero levar o blog para um nível profissional, por enquanto, continua sendo um hobby para mim. 
Poder compartilhar minha dicas e opiniões. Isso me alegra,e esse foi o motivo pelo qual criei o blog.

Espero que compreendam se eu sumir um pouco então ok.

Um Beijo. E até logo.

domingo, 7 de fevereiro de 2016

Criada por Vó.. Mimada ou Não ?



Criada por Vó. 
Se tornou o nome do meu blog, mas você sabe o por quê? 
Simples, essa é uma das frase que mais ouvi durante a vida. 
Nada mais justo não acham?

Coisas do tipo: "aa, também, foi criada pela avó."
"Todo mundo criado pela avó é mimado"
Entre tantas outras frases.

Eu não sei você, caro colega que também foi criado pelos avós. Mas eu não me acho nenhum pouco mimada. 
Minha avó me criou como se eu fosse sua filha, então ela me ensinou tudo o que eu deveria aprender e me corrigiu sempre que necessário. 
Não fui criada a base de leite com pera como muitos dizem, muito menos tive tudo que quis. Minha avó sempre me deu tudo o que podia, mas quando podia e se eu merecesse. Já apanhei sim e fiquei de castigo. E agradeço muito pela educação que me deu. Me ensinou a cuidar das minhas próprias coisas desde cedo e fazer os serviços de casa. E graças a ela, hoje eu me viro muito bem sozinha, cuidando das minhas coisas e do meu esposo.

Aliás. Vamos tentar explicar aqui. 
Existem dois tipos de netos:

Os Filhos/Netos -que é o meu caso- que são os netos que por algum motivo foram deixados com as avós (avôs) para serem educados.
Geralmente, esses netos são criados como se fossem realmente filhos, pois cabe aos avós ensinarem tudo o que precisam saber. Sendo assim, o papel da avó ou do avô nesse caso não é apenas mimar a criança, mas sim prepará-la para a vida, como seria o papel dos pais.

E existem os Netos. Geralmente moram com os pais e visitam os avós de vez em quando e são muito mimados por isso. 
Dizem que o papel dos pais é educar e o dos avós deseducar. E é nesses casos que isso acontece, pois assim, tudo o que os avós desensinam -digamos assim- os pais tem de corrigir depois. 
Muitas vezes, esses netos também são deixados desde pequenos sob responsabilidade dos avós enquanto os pais tem que trabalhar, e voltam para casa depois desse período. Esses, geralmente são os que ficam mais mimados ainda haha. Pois tem a tendência a achar que sempre podem recorrer aos avós quando os pais dizem Não.

Enfim. Existem esses dois tipos de netos. Então por favor, não vamos generalizar ao dizer que alguém é mimado simplesmente porque foi "criado" pela avó, pois existem vários tipos de criações ok.

Um Beijo. E até logo.

sábado, 6 de fevereiro de 2016

5 dicas para quem não curte o Carnaval.




Se você, assim como eu, não gosta do carnaval, sabe que é complicado abrir as redes sociais ou ligar a tv nessa época do ano. 
Quase tudo que vemos, são as pessoas comentando sobre as fantasias, as festas, os desfiles e blablabla.

Eu não gosto do carnaval por vários motivos. Acho um desperdício de dinheiro das cidades, não gosto do barulho e nem do aglomerado de pessoas.

Então separei algumas dicas para você, que quer aproveitar o feriado sem se juntar a bagunça do carnaval.

1- Reúna a família.
Você pode fazer um almoço ou jantar, e convidar sua família. 
Vale até mesmo aquelas pessoas que você vê raramente, mas que sente saudade. Aproveite o feriado para colocar a conversa em dia.

2- Assistir filmes/séries.
Eu particularmente amo passar horas assistindo filmes e series. Então se você também é assim, vale super a pena alugar um filme, acessar a netflix ou a sua tv a cabo, e até mesmo ir ao cinema. 
Dei essas opções pois vamos combinar que hoje em dia a tv aberta está deixando MUITO a desejar com a sua programação.

3- Organize tudo.
Que tal aproveitar os dias do feriado para organizar a bagunça? 
Faça uma faxina em toda a casa. Nada melhor do que um lugar limpinho e organizado. 
E quem sabe, quando terminar, você descanse aproveitando a dica 2 deste post hein?

4- Passeie/Viagem.
A sua cidade tem um parque legal? Teatro, museu, ou algum outro tipo de diversão que possa ser aproveitado nessa data?
Então vai lá e aproveite. Além do mais, já que muita gente deve estar viajando. Esses lugares provavelmente estarão bem mais vazios do que de costume não é mesmo.
Vale ir ao boliche, paintball, até os salões de jogos que tem nos shoppings podem te divertir por horas e ser um super programa com alguém especial.
Faça uma viagem ou vá para um retiro se você gostar, várias igrejas organizam retiros cheios de brincadeiras para essa época do ano.

5- Dedique-se a um hobby.
Você gosta de pintar, bordar, desenhar, costurar, cozinhar e outras coisinhas mais?
Aproveite esse tempo livre para isso. Termine algo que não teve tempo de continuar. Ou então faça coisas novas. Sendo algo que você goste, vai ser ótimo de qualquer jeito.

Enfim. Se você não gosta da folia do carnaval, não importa os seus motivos, aproveite o feriado e faça algo que te deixe bem e feliz.

Um Beijo. E até logo.

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

5 Youtubers/Blogueiras Favoritas !

Quando resolvi criar o blog, já acompanhava muitas Blogueiras/YouTubers de sucesso, digamos assim.

Muitas delas nos passam energias tão boas, e exemplos de superação, que nos fazem admirá-las e nos sentirmos verdadeiras amigas.

Então hoje resolvi compartilhar com vocês as minhas 5 YouTubers/Blogueiras favoritas. E que mais tenho acompanhado. Vamos lá ?

Andreza Goulart:


   A Andreza foi a primeira YouTuber que comecei a acompanhar. Me interessei por conta das maquiagens que ela fazia, e passava horas -literalmente- assistindo seus vídeos e tentando aprender os truques de maquiagem que ela ensina.
   Confesso que muito do que sei fazer hoje -bem menos do que ela, claro haha- foi graças a essa mineirinha Linda e que é impossível não reconhecer o seu: 
"Olá Pessoal, Tudo Certin ?"
   A Andreza passou por uma cirurgia bariátrica a alguns anos, e sofreu muito também. Mas hoje, graças a Deus ela está podendo realizar o sonho de ser MÃE.
  O Baby Léo está vindo ai e deve nascer em abril, e o vídeo dela contando sobre a gravidez é um dos que mais me emociono, pois a alegria dela realmente é transmitida pelo olhar. 
  Se você ama maquiagem, e gostaria de aprender makes lindas e se encantar. É só acessar o YouTube dela e se apaixonar.

Flávia Calina: 


  A Flávia também é uma YouTuber de inspirar e emocionar qualquer pessoa. 
  Além de transmitir uma tranquilidade fora de sério, ela é super simpática e mãe da BabyV.
  A Flavinha criou o canal para se distrair, pois tinha o sonho de ser mãe e estava com dificuldades para isso. Mas ela cresceu e se tornou a mamãe mais famosa do YouTube.
  Os vídeos dela sobre maternidade, fazem florescer em qualquer mulher o instinto materno haha
  E a forma como ela educa a Victoria, são de encantar qualquer pessoa. E com certeza, quando eu for mãe, ela será uma das minhas inspirações para educar meus filhos.

Lu Ferreira - Blog Chata de Galocha:

  Eu descobri o Canal da Lu por acaso e me encantei. 
  Ela é uma das pouquíssimas YouTubers que me fazem assistir um vídeo de comprinhas inteiro sem me cansar (na verdade o primeiro vídeo dela que assisti, foi exatamente sobre isso). 
  Dona do Diário de Maternidade mais incrível -na minha opinião- e de um dos canais que tem os vídeos mais bem editados. 
  Lu se tornou mãe em novembro, e a Bia com certeza será uma bebê muito bem educada pela Lu e pelo Léo, que aliás faz comentários muito bons nos vídeos. Aliás, a escolha dela para decoração do quarto da Bia, e suas opiniões sobre a forma como as pessoas encaram a chegada de um filho também são incríveis.
  O Canal dela com certeza é um dos que tem melhor qualidade de edição, conteúdo e tudo mais. 


Rayza Nicacio: 


  A Rayza é INCRÍVEL.
  Além de ser uma das pessoas que melhor fala sobre Deus e Religião sem causar aqueles conflitos sabem? Ela é o tipo de pessoa abençoada pelo Espirito Santo e que consegue transmitir tudo isso para o publico.
  E também é dona dos cachos mais lindos que eu já vi.
  Ela dá dicas para quem tem cachos, e incentiva as mulheres a assumir seus cabelos como são e se desprenderem da chapinha e químicas para alisamento, etc.
  Quem me dera ter esse cabelo lindo. Iria amar haha


Evelyn Regly - Blog É do Babado:


  Dona da #ÉhTudoVaca. Evelyn faz vídeos super divertidos para o Youtube.
  O quadro do seu canal: Babados da Vida é o melhor, inclusive foi a partir de um desses vídeos que surgiu a hashtag.
  Ela fala sobre relacionamentos amorosos, com a família e amigos também.
  Vale a pena conferir o canal da Vaquinha mais amada do Brasil haha
  Elá é super simpática e criativa. Carioca, filha de pastor e funkeira. Mistura louca né?
  Não para ela. Evelyn é o tipo de amiga que todo mundo deveria ter.


Então é isso. Espero que tenham gostado e se não conhecerem o canal de alguma das meninas, vale super a pena viu.

Me digam se já conhecem alguma delas ou se não conhecem também. E o que acham dos Canais e Blogs.

Um Beijo. E até logo.


segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Eu Consegui.


Sabe aquela pessoa que disse que você não era capaz? 
A mesma que um dia disse que você não ia conseguir? 
Pois é. Ela não fala mais isso não é mesmo?

Eu me lembro muito bem das vezes em que ouvi as pessoas duvidarem de mim. 
Por ser mulher, ouvia dizer que eu iria engravidar cedo e não iria terminar os estudos. 
Ouvi dizer que seria do tipo fácil, que teria vários namorados e nenhum pingo de juízo.
Nada contra quem goste de ter muitos namorados. Mas eu sabia que eu não era assim.
Doía ouvir as pessoas duvidarem. Dizerem que eu não era capaz e que não teria nada.
Mas sabe o que me ajudou. Eu IGNOREI. Eu sabia que não era pra mim, que elas estavam erradas e que quem decidiria meu futuro seria EU mesma.

Você também pode fazer isso. Pode ignorar e decidir por si só.
Qual o problema com as pessoas que insistem em tentar controlar as nossas vidas? Sera que elas acham que se elas tomaram alguma decisão errada todo mundo vai fazer isso?
Eu não acho. 
Sabe o que incomoda uma pessoa a ponto dela querer controlar a sua vida? A sua Felicidade.
Eles se incomodam por você estar feliz, sem ser do modo como eles gostariam.
Claro que não digo os nossos pais, eles sempre querem o nosso melhor.

Mas sabe aquela amiga que te procura quando precisa de algo, ou pra fazer fofoca da vida alheia.
Ou aquela tia que você só encontra em aniversários, casamentos ou velórios. Mas que insiste em achar que tem o direito de se intrometer na sua vida. 
São essas pessoas que se incomodam. É para elas que você vai provar - não que você tenha que provar algo para alguém - mas vale a pena. Vale a pena mostrar para quem duvidou, que você conseguiu.
E vale muito mesmo. 

Confie em você mesmo. Siga os seus sonhos. Se preocupe com as pessoas que realmente se importam, com as que querem te ver feliz acima de tudo.
E quando aquelas pessoas que te incomodavam, lá no começo, vierem questionar as suas escolhas, só diga uma coisa: Eu Consegui.

É verdade, você conseguiu, e não precisou pisar em ninguém por isso. Você lutou, persistiu e conseguiu.
Sinta-se orgulhoso de si mesmo. 

A sua felicidade vai continuar incomodando. Mas não vale a pena deixar de vivê-la por isso.